Socorro Neri institui comissão especial de transição

A prefeita Socorro Neri instituiu nesta terça-feira (01) a Comissão Especial de Transição de Mandato no Poder Executivo com atribuição de organizar as informações da atual gestão municipal.

Ainda no domingo (29), logo após o resultado do pleito que elegeu Tião Bocalom, Socorro Neri anunciou, por meio de nota pública, que iniciaria o processo de transição, primando pela transparência de seu mandato.

Pelo Decreto 934, de 01 de dezembro de 2020, os trabalhos da Comissão Especial de Transição de Mandato duram até o dia 31 de dezembro e visam a preservação da continuidade das atividades administrativas e dos serviços públicos.

De acordo com o gabinete civil da prefeita Socorro Neri, apesar de o Tribunal de Contas do Estado do Acre ainda não ter emitido o ato com o disciplinamento para o processo de transmissão de cargo, a atipicidade do pleito eleitoral deste ano torna necessário dar celeridade a este processo

Os membros indicados pelo candidato eleito terão acesso às informações sobre o funcionamento dos órgãos e entidades da administração direta e indireta do Município, às contas públicas e aos programas e projetos do governo municipal.

Foram indicados pelo candidato eleito nove pessoas. São ela: Artur Liborino Neto (gestor público); Antônio Cid Ferreira (contador); Marcus Lucena (administrador); Valtim Silva (gestor público); Francisco Lima (administrador); Eracides Souza (agropecuarista); Joabe Queiroz (bacharel em Direito); Ailton Oliveira (jornalista); Alcione da Silva (licenciada em Matemática).

Da gestão da prefeita Socorro Neri, compõem a comissão cinco pessoas: Márcio Oliveira (secretário da Casa Civil – presidente da Comissão); Janete Santos (secretária Municipal de Planejamento); Sâmya Gouveia (secretária Municipal de Finanças); Ada Derze (controladora geral do Município); Raquel Eline Albuquerque (procuradora geral do Município).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + 15 =