Defensorias da região Norte promovem seminário Norteando Direitos

O encontro inédito, que acontece entre os dias 26 a 28 de maio, debaterá assuntos como vulnerabilidade social, direitos humanos, luta antirracista, entre outros.

O I Seminário das Defensorias Públicas da Região Norte: Norteando Direitos, será realizado entre os dias 26 e 28 de maio, por meio de transmissão pelo canal das Defensorias Públicas da Região Norte no Youtube.

De iniciativa das Defensorias Públicas dos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, o encontro inédito das Defensorias da região Norte para uma ação conjunta, busca promover a integração regional, compartilhamento de experiências e socialização dos desafios enfrentados que têm pontos em comum.        

‘Estamos extremamente contentes pela realização desse encontro regional histórico, com as sete Defensorias do Norte juntas para debater acerca de temáticas que fazem parte da nossa realidade como instituições que trabalham em prol da garantia dos direitos humanos e justiça social para todos”, destacou o assessor do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) da Defensoria Pública de Roraima, Vilmar da Silva.

Programação:

O evento que será transmitido, a partir das 18h (horário de Brasília), pelo canal de Youtube das Defensorias do Norte, trará temas relevantes e presentes na realidade da região Norte, e tem como público-alvo a comunidade jurídica, acadêmicos de direitos, além da população em geral.

Serão debatidas, durante o seminário, as seguintes temáticas: Vulnerabilidade social e especificidades dos povos indígenas da região Norte, migração, gênero e raça, vulnerabilidades e pessoas negras, direitos humanos, racismo e luta antirracista, além de ferramentas de atuação das Defensorias Públicas e experiências institucionais.

Participam e ministram no encontro, a ouvidora-geral da Defensoria Pública do Estado do Acre (DPE/AC), Solene Costa, os defensores públicos do Amazonas (DPE/AM), Rafael Barbosa e Maurilio Maia, da Defensoria do Amapá (DPE/AP), Elena Rocha, da Defensoria Pública de Rondônia (DPE/RO), Débora Aragão, da defensoria de Tocantins (DPE/TO), Denize Leite, da Defensoria de Roraima (DPE/RR), Jeane Xaud, da Defensoria do Pará (DPE/PA), Bia Tiradentes e Andréia Barreto, como também a socióloga acreana, Jaycelene Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × dois =