Programa de Estágio do MPAC é vencedor do 12º “Prêmio CIEE Melhores Programas de Estágio”

Ministério Público do Acre concorreu na categoria Serviço Público e seu Programa de Estágio levou o primeiro lugar da premiação, concorrendo entre 530 empresas de todo o país.

Mais um reconhecimento no cenário nacional para o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC). Nesta quinta-feira, 17, a instituição levou a melhor e seu Programa de Estágio instituído em fevereiro de 2020 pela procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, figurou o primeiríssimo lugar no 12º “Prêmio CIEE Melhores Programas de Estágio”, na categoria “Serviço Público”.

Ao todo, 530 empresas de todo o país concorreram à premiação organizada pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Em razão da pandemia do novo coronavirus, a 12ª edição do prêmio foi realizada em formato virtual de Webinar e transmitida pelo canal do CIEE no Youtube, sob a apresentação do jornalista Carlos Nascimento.

O Programa de Estágio do MP acreano é coordenado pelo Centro de Estado e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) do MPAC e garante oportunidade de crescimento profissional a jovens estudantes do estado do Acre. Ao todo 59 estudantes das áreas de Direito, psicologia, sistemas da informação, administração, publicidade e propaganda, engenharia civil, jornalismo, arquitetura, serviço social já passaram pelo MPAC através do programa.

“Estamos extremamente felizes com esse reconhecimento ao Programa de Estágio do MPAC a nível nacional. O CIEE é uma referência em ensino e aprendizagem no Brasil e essa premiação demonstra que o Ministério Público está no caminho certo, contribuindo com a geração de oportunidade e crescimento profissional dos nossos jovens estudantes acreanos. Em nome do Ministério Público do Acre muito obrigada ao CIEE, ao nosso CEAF, à Secretaria Geral, aos promotores de Justiça, supervisores e, principalmente, aos nossos estagiários. Essa premiação é, sobretudo, da sociedade acreana, a quem todos nós servimos”, disse a PGJ.

Estagiários destacam importância do programa

Dos 59 estudantes que já passaram pelo MPAC, 40 estão em pleno exercício no programa. Três deles, inclusive, por seus destaques, desenvolvimento e competência já foram contratados pela instituição para exercerem os cargos de assessores. Entre eles, está o assessor operacional Gabriel Cavalcante da Silva, lotado na 5ª Promotoria de Justiça Criminal. Além de assessora o promotor de Justiça Teotônio Rodrigues, ele também supervisiona outra estagiária.

“Eu só tenho a agradecer ao MPAC e ao CIEE por proporcionarem um curso de formação para os estagiários, saibam que isso é um projeto que é ótimo, pois ajuda demais o estagiário se habituar ao novo mundo jurídico que ali se encontra. Reitero meus votos de agradecimento à Dra. Kátia Rejane, Dr. Teotônio e as servidoras Lara e Ana Clara, por me proporcionar um estágio de excelência e, novamente, repito que o MP é composto por servidores e membros de uma qualidade acima da média”, externou o assessor.

Ana Paula Pojo – Agência de Notícias do MPAC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =