Mulher se vacina e diz que virou borboleta

O governo estadual e a prefeitura de Rio Branco, realizaram o mutirão de vacinação durante 48 horas sem interrupção, na frente do Palácio Rio Branco, encerrando na manhã deste sábado, 19.

O secretário estadual de saúde, Alyson Bestene, informou que cerca de cinco mil pessoas foram imunizadas com a primeira dose, o que representa um avanço, porém ainda se faz necessário intensificar o trabalho.

“Nossa avaliação é positiva, onde pudemos chegar a faixa etária de 40 anos e as gestantes. Conseguimos avançar na vacinação e segue o trabalha no ginásio do Sesi e nos demais postos. A vacina salva vidas e o governador Gladson quer todos vacinados e a secretaria continua as ações. Em breve faremos uma nova ação em outro ponto da cidade para atingir outras faixas etárias e outras regiões mais distantes”, disse o secretário.

A promotora de eventos e turismóloga, Regina Lúcia, 49 anos, foi uma das pessoas que foram contaminada pelo vírus da Covid-19, tento o estado de saúde delicado.

Como forma de celebrar esse momento, ela disse se recusar em virar jacaré e com a vacina estará virando uma borboleta, pois é uma nova vida. Muito emocionada ela alertou a todos da importância da vacina.

“Fui uma das pessoas que contraiu esse vírus e teve momentos que eu pensei que não resistiria, mas graças a Deus estou aqui para tomar a vacina, algo extremamente emocionante para mim. Quero fugir dessa ideia de que vou virar jacaré, a vacina me fará uma borboleta, pois depois de passarmos esse tempo em nossos casulos, a vacina possibilita nova vida e todos devem se conscientizar dessa importância. Se vacine”, destacou Regina.

As pessoas que ainda não receberam o imunizante devem ficar atentas as faixar etárias e para quem perdeu o prazo devem buscar o ponto de vacinação o quanto antes. A imunização é uma grande garantia no combate ao vírus e retomada da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 7 =