Em nova avaliação do Comitê Covid-19, todo o Acre é classificado na bandeira amarela

Em coletiva de imprensa virtual realizada na manhã desta sexta-feira, 9, pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde e do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19, os dados da 25ª avaliação do avanço da pandemia destacou que todas as três regionais de saúde do Acre se classificaram na bandeira amarela (nível de atenção). Os dados compreendem o período de 20 de junho a 3 de julho.

A regional do Alto Acre regrediu da bandeira verde para amarela em relação à última avaliação, principalmente devido ao registro de três óbitos no mesmo período, ainda que tenha apresentado redução em todos os outros indicadores. Já a regional do Baixo Acre e Purus mantém um comportamento sustentável de queda, com redução de 38% dos óbitos e 32% na ocupação dos leitos de UTI. Enquanto isso, a regional do Juruá e Tarauacá-Envira apresentou uma tendência de aumento em alguns de seus indicadores, sendo de 32% nas internações por síndrome respiratória aguda grave e 13% nos leitos de UTI.

Segundo a coordenadora do Pacto Acre Sem Covid, Karolina Sabino, todo o estado segue com uma redução do avanço da doença, entretanto esse comportamento está se desacelerando. E, com a confirmação da variante delta no Brasil, todo cuidado deve ser reforçado para que uma nova onda não se confirme.

“Mais uma vez agradecemos o apoio de todos e contamos com a ajuda de toda a sociedade, de todos os prefeitos e de nossas instituições, para que a vacinação ande e as pessoas não deixem de lado as medidas de proteção, e assim vencermos de vez esta guerra. Sigam com o uso de máscaras, não se aglomerem e limpem as mãos com frequência”, recomendou a coordenadora.

O diretor do Into, maior hospital de referência para a doença no estado, médico Osvaldo Leal, completou: “É uma conquista e, como toda conquista, pode ser perdida se as medidas sanitárias não forem respeitadas e a vacinação não avançar. Se você já pode tomar a vacina, procure as unidades de Saúde e mantenha os cuidados básicos. E não deixe de tomar a segunda dose”.

Funcionamento de atividades

Com a bandeira amarela, todos os setores comerciais, sociais e religiosos podem atender com a capacidade ampliada para 50%, seguindo ainda todas as medidas sanitárias vigentes, de acordo com a resolução nº 18, do governo do Estado.

Continuam válidas as medidas que determinam a venda de bebidas alcóolicas somente até as 22 horas e o fechamento de estabelecimentos como bares e restaurantes à meia-noite.

O Pacto

O Pacto Acre Sem Covid é uma ferramenta destinada a viabilizar a harmonia entre o desenvolvimento econômico, o direito de proteção à saúde e os valores sociais do trabalho, tendo por finalidade primordial a efetiva proteção do direito à vida.

O instrumento assegura a retomada gradual e responsável das atividades econômicas e comerciais no âmbito estadual, por meio de mecanismos impulsionados pela atuação conjunta da sociedade, do setor econômico e do poder público, tendo como referência diretrizes e decisões baseadas em dados oficiais e evidências científicas.

Os níveis de classificação de risco foram divididos em vermelho, laranja, amarelo e verde, respectivamente do mais restritivo para o mais flexível. A cada 14 dias é realizada uma nova avaliação dos indicadores, cabendo às prefeituras realizar a autorização das atividades permitidas no respectivo nível de risco apurado por meio de decreto municipal, bem como a instituição de protocolos sanitários a serem seguidos pelos setores da economia que estejam autorizados a funcionar. Um trabalho que envolve Estado, prefeituras, entidades e conta com o apoio de toda a comunidade.

Para mais informações de protocolos, acesse: http://covid19.ac.gov.br/pacto

Samuel Bryan – Agência de Noticias do Acre