Cidadania pede afastamento de secretário enquanto durar investigações

O partido Cidadania emitiu uma nota na manhã desta terça, 13, cobrando investigações profundas no caso onde o secretário municipal de saúde de Rio Branco, Frank Lima é acusado de assédio sexual e pede seu afastamento do cargo enquanto durar a investigação.

Veja a nota:

NOTA PÚBLICA DE REPÚDIO

O Partido Cidadania do Estado do Acre tomou conhecimento das denúncias relatadas pelas servidoras da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco, por meio de áudios divulgados nos veículos de comunicação locais, onde informa terem sofrido assédio sexual na referida repartição pelo secretário de saúde municipal. Lamentamos que a violência de gênero seja realidade intensa e constante no interior das instituições públicas, sendo ainda prevalecente o silenciamento de casos de assédios e discriminações.

O Cidadania reafirma seu total repúdio a todo e qualquer tipo de violência, principalmente em decorrência de gênero, e não compactua com qualquer forma de assédio ou abuso contra à mulher. E considerando como questões hierárquicas, determinam o agravamento dos efeitos do assédio, nos posicionamos contra a responsabilização das mulheres em razão das violências as quais são submetidas.

Ratificando o nosso compromisso na defesa dos direitos das mulheres, solicitamos a apuração rigorosa dos relatos apresentados e que consequentemente sejam tomadas as devidas providências. De imediato o afastamento do secretário até o fim das investigações.

Lembramos ainda que Denúncias sobre casos de abusos, assédios e violências em específico contra à Mulher, essas podem ser realizadas através do 180 ou no Ministério Público, assim como na Delegacia da Mulher.

Partido Cidadania
A diretoria