Polícia Civil deflagra 1ª fase da “Operação Castelo de Água” que investiga fraudes na execução de contratos com a administração pública

Nas primeiras horas desta quarta-feira, 06, a Polícia Civil do Estado do Acre, por meio da Delegacia de Combate à Corrupção – DECCOR/AC, desencadeou a 1ª fase da “Operação Castelo de Água”, que deu cumprimento a 09 (nove) mandados de busca e apreensão, 01 (um) de sequestro de bem e 07 (sete) medidas cautelares contra alvos, no município de Rio Branco – AC.

A operação mobilizou mais de sessenta policiais civis com o intuito de apreender documentos, aparelhos telefônicos e dispositivos de informática, que comprovem a existência de um grupo criminoso montado para fraudar a execução de vários contratos licitatórios, firmados junto Departamento de Águas e Saneamento do Estado do Acre – DEPASA, para o fornecimento de insumos e materiais utilizados na manutenção da rede de água e esgoto da capital, aquisição de hidrômetros, dentre outros itens.

Ao todo sete empresas se beneficiaram no esquema e há indícios da participação de servidores públicos, que teriam atuado no órgão para favorecer empresários e seus interesses escusos.

Foram autorizados, ainda, bloqueio dos valores mantidos em contas bancárias de alvos da investigação, perfazendo um total de quase 2,4 (dois milhões e quatrocentos mil reais), visando garantir o ressarcimento dos valores desviados ao erário público.

Assista a matéria completa:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 18 =