Em Mâncio Lima, Polícia Civil prende foragido da justiça que vinha cometendo arrombamentos, roubo de gado e por integrar organização criminosa

Na manhã desta terça-feira, 21, a Polícia Civil em Mâncio Lima prendeu A. M. da S. de 20 anos de idade, vulgo “Tricotar”, investigado pela pratica criminosa de abigeato – roubo de gado – praticado em diversas aéreas rurais do município.

O trabalho investigativo realizou levantamento e colheu elementos que puderam identificar o autor dos crimes que foi preso por força de três mandados de prisão, 2 por trafico de drogas e 1 por integrar organização criminosa.

Além da pratica de roubo de gado, o investigado é responsável também pela pratica de arrombamento a lojas comerciais e participar grupo criminoso que age na subtração de bens alheios.

De acordo com o delegado que preside o inquérito, José Obetânio, “Tricotar” como é conhecido no mundo crime, deu prejuízo de mais 10 cabeças de gado e agia na morte das reses dentro da propriedade rural, esquartejava, desossava e levava somente a carne do animal que era acondicionada em frezeres.

O autor dos delitos é foragido da justiça há aproximadamente cinco meses e é condenado pela justiça, em processo transitado e julgado, a pena de 6 anos de reclusão pelo crime de integrar organização criminosa previsto no Art. art. 2º, da Lei nº. 12.850/2013 do Código Penal Brasileiro.

Após sua prisão, o investigado foi conduzido a delegacia de Mâncio Lima para ser ouvido pela autoridade policial onde confessou diversos delitos praticados por ele, o que em sua maioria, não agia sozinho.

A investigação segue o curso no sentido de identificar os demais comparsas de “Tricotar” envolvidas no cometimento dos delitos e na participação das ações criminosas praticadas contra comerciantes e fazendeiros da região.