Michelle Melo alega perseguição ao seu mandato

Nesta terça-feira, 21, voltou a circular a história a respeito de denúncia envolvendo a vereadora Michelle Melo (PDT) sob alegação de que sua esposa utiliza o veículo da Câmara Municipal para fins pessoais.

O caso já havia sido apresentado no início do ano legislativo após Michelle discordar com algumas matérias de interesses de outros parlamentares, onde um site local veiculou inclusive vídeo onde esperava a companheira da parlamentar sair de uma academia.

A vereadora esclareceu que a mesma estava dirigindo para ela devido irem juntas a uma agenda de trabalho. O caso foi apresentado no Ministério Público Estadual, onde após apuração, foi arquivado por não proceder com a denúncia.

“Isso trata-se de uma perseguição a minha pessoa, onde quem insiste nessa história tem nome e sobrenome, aliado a um interesse pessoal pelo fato de não termos absorvido para o nosso mandato. Lamentável, mas como em todos os lugares existem os bons e os maus profissionais, o importante é que estou tranquila e com a consciência limpa de que não cometi ou estou cometendo nada errado, isso é pura fake News, noticia requentada”, disse a Michelle.

De acordo com pessoas próximas a parlamentar, o caso voltou à tona após Melo anuncia sua pré-candidatura a deputada estadual.