Quadrilha Junina de Idosos do Sesc retorna às atividades após dois anos

A Quadrilha Junina 60+ do Sesc no Acre, composta por cerca de 24 integrantes, retornou às atividades de ensaios e apresentações após o período de dois anos em virtude da pandemia do Covid 19. A quadrilha é um trabalho social voltado aos idosos, que tem o objetivo de promover a socialização, elevando a autoestima e inclusão social.

A coordenadora do projeto no Acre, Marizete Melo, explica que esse é um projeto desenvolvido pelo Sesc de todo o Brasil e, no Acre, já existe há mais de 30 anos.

 “A gente trabalha com a pessoa idosa através dos encontros de convivência e passamos a detectar a necessidade individual e fazer um trabalho grupal. Nosso objetivo é desenvolver essas ações centrada nos interesses da pessoa idosa e esse trabalho não parou nem no momento da pandemia, que trabalhamos de forma virtual”, disse.

Para o aposentado Manoel Lima Neto, de 75 anos, que é o noivo da quadrilha, participar desse tipo de atividade é um divertimento. “Arrumamos amigos, dançamos, participamos de passeio e apresentações pelos bairros e interior. É uma diversão total”, ressaltou com entusiasmo.

A Quadrilha também estará se apresentando no 36º Arraial do Sesc, de 01 a 03 de julho, no Sesc Bosque.

Trabalho Social com Idosos (TSI)

A reafirmação do papel da pessoa idosa no contexto social é promovida de forma pioneira pelo Sesc, pois há mais de 50 anos iniciou o Trabalho Social com Idosos (TSI), que busca transformar esse público e seus territórios, melhorando a qualidade de vida de pessoas dessa faixa etária a partir de ações integradas nas áreas de saúde, educação, cultura, assistência e lazer.