Com participação de Leandro Domingos, CNC reforça importância do crédito na recuperação do comércio de bens e turismo

Domingos participou de seminário internacional promovido pela Câmara dos Deputados

“Estes segmentos poderão alavancar ainda mais a economia brasileira, mas precisam de crédito, precisam de uma atuação mais forte e decisiva dos bancos financiadores”. Foi com estas palavras que o presidente do Sistema Fecomércio-Sesc-Senac/AC e vice-presidente Financeiro da CNC, Leandro Domingos, ao falar sobre a necessidade de ações do governo em favor da classe empresarial. A fala foi feita durante o seminário internacional promovido pela Câmara dos Deputados, nesta terça-feira, 21, que tem o objetivo principal de discutir o papel do financiamento na retomada do crescimento da economia.

O seminário internacional, que obteve apoio institucional da CNC, reuniu autoridades, representantes da indústria, do comércio, do agronegócio, integrantes do setor público e privado de bancos e membros de agências de desenvolvimento multilaterais. Além disso, o evento foi conduzido pela autora do requerimento de realização do seminário, deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC), e pelo presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (Cdeics), deputado federal Sidney Leite (PSD-AM).

Leandro relembrou a importância do governo em dar continuidade à agenda estruturante. “O Governo precisa agilizar as privatizações de empresas não-estratégicas e aprovar as reformas pendentes, principalmente uma reforma tributária que seja justa, honesta, que simplifique e desburocratize o sistema, reduza a carga tributária e que dê segurança jurídica às empresas”, disse.

De acordo com Perpétua Almeida, os acontecimentos recentes, como a pandemia da Covid-19 e incertezas no cenário político e econômico, nacional e internacional têm trazido desafios importantes para a nação. “Que se vê diante da aceleração da inflação, por questões locais e também por questões internas. É muito importante que a gente faça esse debate aqui sobre como financiar tanto a vida das famílias, como a vida das empresas e o desenvolvimento do nosso país”, finalizou.

Com informações da CNC e da Assessoria da deputada federal Perpétua Almeida